5° Semestre - Técnicas de Avaliação da Inteligência

( 3 Votes )

OBJETIVOS DA MATÉRIA

 

Compreender os testes como instrumentos auxiliares do exame e do diagnóstico psicológico.

Utilizar os instrumentos de avaliação da inteligência com rigor, precisão e de

acordo com os princípios éticos profissionais.

Identificar, selecionar e adequar o uso dos instrumentos de avaliação de

inteligência a problemas e contextos específicos, baseados em evidências científicas.

Identificar, analisar, compreender e comparar o significado de indicadores de

medidas psicológicas e selecionar a medida mais apropriada para ser utilizada em uma dada situação do exercício profissional.

 

AO ESTUDAR ESTA MATÉRIA O ALUNO DEVE SER CAPAZ DE:

Caracterizar as tendências que deram origem ao desenvolvimento da psicometria.

Identificar os aspectos de construção – padronização, validade e precisão – dos

instrumentos estudados.

Analisar e interpretar relações entre processos psicológicos e comportamentais.

Aplicar, avaliar e interpretar resultados do teste WISC-III, e elaborar síntese a partir de estudo de casos clínicos.

Aplicar, avaliar e interpretar resultados do teste Matrizes Progressivas de Raven.

CONTEÚDO PROPOSTO PARA A MATÉRIA:

Fundamentos da Testagem Psicológica. Psicometria. Interpretação de escores.

Fundamentos em Fidedignidade e Validade

Natureza e uso dos testes psicológicos

Inteligência

Avaliação psicométrica e princípios éticos

Matrizes Progressivas de Raven – Aplicação, análise e interpretação de resultados.

WISC III – Aplicação, análise e interpretação de resultados.

RESUMO DAS AULAS

Em construção


BIBLIOGRAFIA

BÁSICA

Teórica:

URBINA, S., Fundamentos da Testagem Psicológica. Porto Alegre. Artmed.2007.

DANTAS, M. O uso privativo dos testes psicológicos. Tecitura, Brasília, DF, 1.2, 21 08

2007. Disponível em: <http://tecitura.juvencioterra.edu.br//viewarticle.php?id=51>. Acesso

em: 08 fev 2007.

FACHEL, J M G; CAMEY, S., Avaliação psicométrica: qualidade das medidas e o

entendimento dos dados In.: CUNHA, J A e cols, Psicodiagnóstico-V. 5 ed. Porto

Alegre. Artes Médicas do Sul. 2000

 

Prática:

WECHSLER, D., Escala de Inteligência Wechsler para crianças WISC-III. 3ª ed. Trad.

Vera Lucia Marques de Figueredo. Casa do Psicólogo. São Paulo, 2002. The

Psycholologycal Corporation

RAVEN, J.C; RAVEN, J. & COURT, J.H. (1988). Matrizes Progressivas Coloridas de

Raven. Manual. São Paulo: Casa do Psicólogo.

CRUZ, M. B. Z. WISC III: Escala de Inteligência Wechsler para crianças: Manual. Aval.

psicol. [online]. no v. 2005, vol.4, no.2 [citado 30 Agosto 2007], p.199-201. Disponível na

World Wide Web: http://pepsic.bvs-psi.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-

04712005000200011&lng=pt&nrm=iso ISSN 1677-0471.

COMPLEMENTAR

 

Teórica:

PRIMI, R. Inteligência: avanços nos modelos teóricos e nos instrumentos de

medida. Aval. psicol. [online]. jun. 2003, vol.2, no.1 [citado 08 Febrero 2008], p.67-77.

Disponible en la World Wide Web: <http://pepsic.bvs -

psi.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1677-

04712003000100008&lng=es&nrm=iso>. ISSN 1677-0471. Acesso em 08 fev 2008.

SCHELINI, P. W. Teoria das inteligências fluida e cristalizada: início e evolução. Estud.

psicol. (Natal) , Natal, v. 11, n. 3, 2006 . Disponível em:

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-

294X2006000300010&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 08 Fev 2008. doi: 10.1590/S1413-

294X2006000300010

GUENIA, B; CAVAS, CST, Sob Medida: Um guia sobre elaboração de medidas do

comportamento e suas aplicações. São Paulo. Vetor Editora; 2002.

PASQUALI, Luiz. Validade dos testes psicológicos: será possível reencontrar o caminho?.

Psic.: Teor. e Pesq. , Brasília, v. 23, n. spe, 2007 . Disponível em:

<http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-

37722007000500019&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 28 nov. 2008. doi: 10.1590/S0102-

37722007000500019.

PRIMI, R; ALMEIDA, LS; CANDEIAS, A; ROAZZI, A, Inteligência: Definição e medida

na confluência de múltiplas concepções. São Paulo. Casa do Psicólogo. 2008.

 

Prática:

BANDEIRA, D. R, ALVES, I. C. B., GIACOMEL, A. E. et al. Matrizes progressivas

coloridas de Raven - escala especial: normas para Porto Alegre, RS. Psicol. estud.

[online]. set./dez. 2004, vol.9, no.3 [citado 12 Outubro 2005], p.479-486. Disponível na

World Wide Web: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-

73722004000300016&lng=pt&nrm=iso ISSN 1413-7372.

CUNHA, J. A. e cols., Psicodiagnóstico – V. 5ª ed. Porto Alegre. Artes Médicas do Sul.

2000.

PASQUALI, L., Psicometria – Teoria dos testes na psicologia e na educação.

Petrópolis. Vozes. 2004




Artigos Relacionados